Eleições - AIESEC Aveiro 15/16

Eleições da AIESEC em Aveiro para a próxima Direção - Mandato 2015/2016


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

AIESEC in Aveiro | Online Q&A LCVP 2016/2017 - Iryna Litovska

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

Caros membros,

Neste fórum decorre o Q&A online para candidatos a LCVP 16/17, de acordo com o estipulado no compêndio da AIESEC em Aveiro.

Este tópico faz parte da candidata Iryna Litovska.

O fórum será aberto de 6 de janeiro (pelas 10:00h) até 11 de janeiro (término pelas 10:00h). Todos os membros podem colocar um máximo de 2 questões, enviando-as por e-mail para pag@aveiro.aiesec.pt, sendo que, posteriormente, serão colocadas no fórum. Os candidatos devem enviar as suas respostas também para pag@aveiro.aiesec.pt.

Todas as questões enviadas até dia 11 de janeiro às 10:00h serão aceites. Os candidatos têm 48h para responder, após publicação feita no fórum.

Apenas quem colocar questões no fórum online, poderá fazer questões na Assembleia Geral.

Com os melhores cumprimentos,
Salomé Ramalho

Ver perfil do usuário http://eleicoesaiesecaveiro.criarforum.com
Perguntas Beatriz Seabra [Dia 7 de janeiro às 00h14 - A candidata deverá responder até 48h após esta hora]


1 - Faz a análise SWOT do LC atualmente.


Resposta [8 de janeiro às 21h56]:

A AIESEC em Aveiro está a fazer um bom trabalho em iGCDP, como tal este é um dos nossos maiores achievements e forças.
A área de Marketing é uma fraqueza no nosso LC porque não é eficiente a fazer comunicação e o próprio marketing. OGX não é consistente no que faz pois não conseguimos observar um processo de (venda de) estágios estável. iGIP não tem o conhecimento suficiente.
Nós temos uma oportunidade única para crescer em oGIP porque a Universidade de Aveiro tem imensos estudantes em cursos de IT, o que significa que lhes poderíamos vender estes estágios. Além disso, a área de iGCDP tem um grande potencial para crescer e, portanto, obter ainda melhores resultados.
Uma das ameaças do nosso LC é que não estamos a obter tanto dinheiro como deveríamos, claro que não temos dívidas mas é difícil em cada mês ter as contas corretas.



2 - Como vês a visão da AIESEC Portugal?


Resposta [8 de janeiro às 21h56]:

Eu vejo a AIESEC Portugal como uma organização poderosa que ainda está em crescimento dia após dia, está a fazer uma grande diferença na comunidade jovem portuguesa e tem um enorme potencial de crescimento. Nós temos alguns LC's fortes como a FEP, Nova e Católica, por isso podemos aprender com eles.
Também, no meu ponto de vista, os LC's deviam ser mais unidos entre eles ao longo dos mandatos.
Eu penso que o facto de termos um produto sólido e podermos facilmente explicar os nossos valores ajuda a vendermos o produto, e como tal atingir mais pessoas com os valores da AIESEC, mas temos que garantir que toda a comunidade AIESEC conhece o melhor caminho para o fazer.

Ver perfil do usuário http://eleicoesaiesecaveiro.criarforum.com
Perguntas Salomé Ramalho [Dia 10 de janeiro às 01h29 - A candidata deverá responder até 48h após esta hora]


1 - Que medidas propões implementar para aumentar o número de MPD's na equipa que liderares?


Resposta [12 de janeiro às 00h28]:

Na minha opinião deveria haver uma breve apresentação ainda na RIMT, que poderia ser feita pelos respectivos LCVPs de cada área já que os novos membros serão liderados pelos mesmos, a cerca dos direitos dos membros das equipas e dos MPDs, e o quão importante é ter um papel activo na tomada das decisões na AIESEC. Posteriormente nas reuniões com a equipa recordar e cativar os novos membros para se candidatarem quando tal for possível. No geral considero que o meu papel aqui seria fazer com que os novos membros estejam informados e conscientes da importância do assunto.  


2 - Imaginando que és eleita LCVP OGX, indica as 3 principais estratégias que pretendes implementar com respetivos MoS.

Resposta [12 de janeiro às 00h28]:

Antes de mais para garantir que todos os membros da equipa estejam cativados e que façam o trabalho com dedicação apostaria em fazer uma formação que reunisse todos os elementos da equipa e em recordaríamos a importância da AIESEC e o quão importante é o nosso papel tanto na Organização como no facto ajudarmos na criação de um futuro melhor. Esta poderia ser feita em colaboração com RH e com pessoas que já passaram pela experiência de Xchange.
Para acelerar o processo de contactar os novos inscritos, pretendo pôr em prática a estratégia de haver uma pessoa responsável por cada dia da semana (excluindo o fim-de-semana) para rever se há novas inscrições no Podio e caso haja fazer respectivo telefonema. Para além de descrever o sucedido no Podio, pretendo criar um ficheiro onde cada membro que descreva o ponto de situação daquele dia. Em relação às RBs tenho em vista criar um ficheiro semelhante, para que os entrevistadores descrevam o sucedido na respectiva RB.
Por último, para melhorar a prestação dos EP Managers inicialmente eles têm de estar incentivados para trabalhar (seria então o meu papel fazer isso), par além disso implementaria um sistema de deadlines para cada tarefa do processo de antes do Match (fazer reuniões com o EP, escolher o estágio, fazer as entrevistas, assinar a AN) e depois do match (aquisição do visto, realizar uma gestão de expectativas com o EP, dar-lhe a conhecer um pouco da cultura do país, consulta de viajante, seguro de viagem, bilhetes de avião). Para ter uma visão geral do MoS nesta estratégia criar-se-ia um ficheiro com a Check-list das tarefas e as Deadlines de cada EP, para que os respectivos EPM possam estar conscientes das datas e das tarefas que falta cumprir.
Para ter um contacto mais pessoal e directo com a equipa existiria uma reunião por semana com hora fixa em que todos os elementos da equipa pudessem estar presentes.



Última edição por PAG Aveiro em Ter Jan 12, 2016 12:44 am, editado 1 vez(es)

Ver perfil do usuário http://eleicoesaiesecaveiro.criarforum.com
Perguntas Raquel Lopes [Dia 10 de janeiro às 20h41 - A candidata deverá responder até 48h após esta hora]

1 - Define um plano de educação para as 3 áreas estratégicas (FIN, MKT e RH), desde a entrada dos novos membros na RIMT até ao recrutamento seguinte, tendo em conta que estas áreas devem ser focadas para suportarem as áreas de exchange.


Resposta [12 de janeiro às 19h49]:

Desde o início acho que o RIMT faz uma boa introdução ao o que é a AIESEC, como funciona e o quão importante é o trabalho de exchange que é feito pela organização. Ao longo do ano acho que poderíamos aproveitar as AGs, já que temos elementos de todas as áreas presentes, para que as áreas de exchange pudessem fazer um breve ponto de situação tanto de forma analítica como mostrando de facto as experiências que os nossos EPs estão a ter tanto ICX como OGX. Os EPM poderiam ao longo do estágio do respectivo EP pedir que estes partilhassem o que estão a experienciar não só por escrito mas também através de fotografias/vídeos, que com a autorização dos mesmos seriam publicados nos nossos grupos de Facebook, este material também poderia ser utilizado para o Marketing.


2 - Indica 2 aspetos de cada área (ICX, OGX, MKT, FIN e RH) e da EB 2015.2016 enquanto Direção local, que os outros comités locais da AIESEC Portugal podem aprender com a AIESEC em Aveiro.

Resposta [12 de janeiro às 19h49]:

Em ICX temos estado a cumprir muito bem com as datas (timelines) e temos tido bons resultados em iGCDP. Em OGX estamos a crescer em oGIP e o trabalho que é feito com os EPs após o match é bastante bom, já que os EPM no geral preparam bem os EPs para o estágio. Markting faz um bom trabalho de comunicação e material que produz é de qualidade. Nas Finanças a gestão do dinheiro tem sido muito assertiva e o facto de existir alguém a fazer o trekking pelas várias áreas para ter conhecimento do ponto de situação financeiro de cada área. Em RH é feito um trabalho de qualidade no recrutamento e a iniciativa de solidariedade (recolha de alimentos). A EB 2015.2016 é assertiva e organizada no que diz respeito a coordenação tanto do comité, mantendo-o como um todo e servido de base para o bom funcionamento do LC.



Última edição por PAG Aveiro em Ter Jan 12, 2016 9:39 pm, editado 1 vez(es)

Ver perfil do usuário http://eleicoesaiesecaveiro.criarforum.com
Perguntas André Gomes [Dia 10 de janeiro às 23h54 - A candidata deverá responder até 48h após esta hora]

1 – Considerando que as tuas áreas funcionais de preferência são OGX e ICX, gostava que contactasses no mínimo, com pelo menos 1 dos 3 LCs seguintes.
Em seguimento desse contacto peço que me apresentes e comentes a implementação de 1 estratégia de OGX e 1 estratégia de ICX, de cada LC, no LC de Aveiro, contribuindo para um aumento de resultados de Exchange em Aveiro.

(Em baixo deixo-te o nome dos LCs assim como alguns contactos para te facilitar o processo de pesquisa de informação)



  • LC 1: AIESEC em Maracaibo – 1º LC a atingir 100 Xchanges na história da AIESEC Venezuela
    Carlos Nieto – LCP 16-17 , VP OGCDP 15-16
    WhatsUP: +58 412-7853298
    Facebook: https://www.facebook.com/carlos.nieto.1272?fref=ts





  • LC 2: AIESEC in 6th of October – LC com apenas 4 anos de existência, que atualmente é dos melhores LCs do Egito e de todo o norte de Africa, com cerca de 200 Exchange em OGCDP por ano
    Youssef Moamen – LCP 16-17, VP IGCDP 15-16
    WhatsUp: +20 111 134 0902
    Facebook - https://www.facebook.com/youssef.moamen.9?fref=ts





  • LC 3: AIESEC České Budějovice– LC da Republica Checa com 3 anos, que no seu primeiro ano de existência foi a distinguido como melhor LC a nível Nacional
    Ondra Skopec - VP IGCDP https://www.facebook.com/ondra.skopec
    Katerina Patakova - VP OGCDP https://www.facebook.com/katerina.patakova
    João Ameixa – MC OGCDP CZ e coach nacional do LC de České Budějovice-https://www.facebook.com/jonmeixa?fref=ts



Resposta [12 de janeiro às 23h42]:

LC1  - Entrei em contacto com o Carlos Nieto, mas este não se encontrava diponível para falar, e até agora não consegui entrar em contacto novamente.

LC2 – O Youssef Moamen forneceu-me os contactos do VP de oGCDP Khalid Gamal e do VP de iGCDP Zyad White.
Khalid Gamal comentou que o principal objectivo é fazer com que toda a equipa acredite nos valores da AIESEC e da importância do trabalho de cada elemento, só aí é que poderemos chegar a objectivos estabelecidos. Devem-se estabelecer mínimos que temos de atingir para cada equipa. A equipa tem de ser obrigatoriamente unida e deve haver uma grande proximidade entre o VP e os TLs. Por último deve haver um sistema de recompensa pelo trabalho realizado, todos os pequenos sucessos devem ser celebrados e o responsável que conseguiu fazer algo com sucesso deve receber ter uma recompensa para que os membros estejam sempre motivados.
Considero que tudo o que foi referido aplica-se não só a OGX mas a todas as equipas e deve ser implementado obrigatoriamente no nosso LC, sei que muitas das coisas já são feitas mas poderíamos fazer muito mais.

Zyad White comentou o facto da estrutura funcional do LC altera-se todos os anos, pois é necessária uma adaptação ao mundo à nossa volta para atingirmos o sucesso, temos estar sempre disponíveis para a mudança. Antes a organização do iGCDP baseava-se nos produtos que eles tinham, ou seja havia um TL por produto. Neste momento passaram a ter equipas pelas várias fases do custumer flow (Raise Team, Matching Team, Realization Team). Existem vários projectos independentes, todos os TLs são Project Managers, ou seja têm um projecto pelo qual são responsável ao longo de todo o processo, isto é melhor porque dá ao Project Manager a oportunidade de estar ficado apenas num projecto e ser bom naquilo que faz.
Também existe uma equipa que está completamente dedicada à garantir a qualidade da estadia do EP (The Quality Assurance Team). Esta equipa é responsável por garantir que o EP tem boocklet, o visto e toda a documentação necessária, vão buscá-lo ao aeroporto, fornecem-lhe um apartamento, vão sair à noite com ele, se houver algum problema eles ajudar a resolvê-lo, garantindo que ele passa pelo Inner and Outer Journey.
São muito dependentes das parcerias com um LC específico, acolhendo o EP em conjunto, estabelecendo as responsabilidades de cada LC garantindo que o EP passa por todas as fases. Por fim tem de haver um momento em que o EP possa ser reflectir a cerca do que é que ele quer fazer no seu futuro, qual é o seu propósito, colocando os seus planos de vida em papel, para que ele possa regressar ao seu país e ter os objectivos de vida bem definidos e com sorte para que ele passe a fazer parte do LC de onde veio. Por isso no geral deve-se garantir a qualidade ao máximo ao EP como se ele fosso o único que se tem.
Na minha opinião não vejo necessidade por enquanto em ter uma equipa por cada fase do processo (Raise Team, Matching Team, Realization Team), pois não temos EPs suficientes que justifiquem isso. Em relação aos TLs em Aveiro existe um sistema semelhante já que em iGCDP existem os OPCs (que equivalem aos Project Managers), porém em iGIP continuamos a ter um TL pois tendo em conta as prcerias e os EPs não há necessidade de alterar isso. The Quality Assurance Team é uma excelente ideia para aplicar no nosso LC, alterando um pouco o sistema que temos de buddies, já que estes acompanhariam o EP a partir do Match. Também poderíamos criar um dia de reflexão tal como é feito no LC 6th of October.

LC3 – Tentei entrar em contaco com Ondra Skopec,  Katerina Patakova e com João Ameixa via Facebook, porém até agora não obtive resposta por parte de qualquer um deles.




2 – Dado que tu és uma IXP (integrated experience, intercâmbio + membro), explica qual é a importância de ter membros com este background no LC, e apresenta uma estratégia para que 50% dos membros do LC sejam IXP no LC de Aveiro.

Resposta [12 de janeiro às 23h42]:

O facto de ter tido a experiência de intrecâmbio a priori permite com que um membro tenha o LDM mais desenvolvido do que os que não tiveram oportunidade de experienciar o Xchange. Logo os IXPs têm uma maior abertura para o que acontece no mundo, para ser um agente de mudança, têm uma maior consciencia dos seus defeitos e qualidades, e dos valores em que acreditam. Através do estágio estes aprenderam a ter uma voz ativa na sociedade, e têm em atenção a importância desse direito, considero também que torna as pessoas mais flexíveis perante os desafios e faz com que saibam gerir melhor os conflitos.
Tudo isto, à partida, faz com que sejam melhores líderes do que os membros que não fizeram um estágio. Por outro lado os IXP percebem melhor da o quão importante é a existência da AIESEC no mundo e que vale a pena investirmos o nosso trabalho dando o nosso melhor por esta organização. Não esquecendo que os IXP poderão compreender melhor os EPs, acompanhado-os e ajudando-os de forma a corresponder ao máximo às necessidades dos mesmos já que eles mesmos passaram pelo o que os EPs actuais estão a passar.
Para que o nosso LC 50% dos membros sejam IXP acho crucial passar a mensagem que acima descrevi, tal deve ser feito ainda na RITM durante as sessões, não apenas descrevendo as experiências mas também explicando o quão importante é fazer um estágio pela AIESEC sendo membro da AIESEC. Cada LCVP deve incentivar os membros das respectivas equipas durante as reuniões a procurar um estágio para eles próprios. Em colaboração com RH poderia haver uma formação em que seriam apresentados vários casos de EPs que estiveram num estágio, poderíamos tentar  convencê-los a vir efectivamente contar a sua experiência na tal formação.



Última edição por PAG Aveiro em Qua Jan 13, 2016 12:09 am, editado 1 vez(es)

Ver perfil do usuário http://eleicoesaiesecaveiro.criarforum.com
Perguntas Sara Silva [Dia 11 de janeiro às 00h05 - A candidata deverá responder até 48h após esta hora]

1 - Apresenta me 3 estratégias concretas e inovadoras em Aveiro para melhorar a conversão do op-ra-ma em OGX, e respectivos KPI's.


Resposta não considerada, excedidas as 48h.

2 - É importante que cada VP conheça a situação da sua área para saber como evoluir. Faz uma análise swot para cada uma das tuas 2 áreas principais.

Resposta não considerada, excedidas as 48h.



Última edição por PAG Aveiro em Qua Jan 13, 2016 2:31 am, editado 1 vez(es)

Ver perfil do usuário http://eleicoesaiesecaveiro.criarforum.com
Perguntas Daniela Fonseca [Dia 11 de janeiro às 01h50 - A candidata deverá responder até 48h após esta hora]

1 - Qual é a tua visão para OGX para o mandato 16.17 (apresenta 3 bottlenecks que neste momento estão a impedir a área de atingir o estado ideal, e medidas que resolvam esses bottlenecks)?


Resposta [13 de janeiro às 01h47]:

Em primeiro lugar acho que os TM não estão motivados o suficiente para desempenharam um bom papel na área, logo o respectivo LCVP tem de fazer chegar aos membros os valores da AIESEC e a missão de cada um na organização. Além disto também deveria ser realizada uma formação com vista a superar este problema.
Acho que um dos grandes problemas relativos ao processo ser feito de forma lenta tem a ver com a realização tardia dos telefonemas após a inscrição. Para superar este problema gostaria de pôr em prática o sistema em que cada dia da semana existiria um membro a verificar se houve inscrições e em caso afirmativo, este deve entrar em contacto com a/as pessoa/as.
O acompanhamento dos EPs também tem muitas falhas no que diz respeito ao tempo gasto até ao match, pois muitas vezes os EPM não mantêm um contacto constante com os EPs, o que torna o processo de match mais demorado. Para combater este problema tenho em vista a criação de um ficheiro de onde para cada EP existiria uma Check-list e as datas limites para cumprir as tarefas, desta forma os EPM teriam de se guiar pela por esta lista na execução das tarefes com os seus EPs. Considero que a formação referida cima poderia ser uma ajuda neste problema, já que poderiam ser abordadas as formas mais corretas de fazer o acompanhamento dos EPs.



2 - Em relação ao programa Global Citizen, apresenta 3 medidas de promoção que achas que terão grande impacto. De que forma é que a equipa de OGX poderá contribuir e trabalhar em sinergia com Marketing para levar a cabo estas sinergias?

Resposta [13 de janeiro às 01h47]:

Considero muito importante entrar em contacto com o núcleos de estudantes para chegar aos estudantes de todos cursos e departamentos.
Deveriam ser criados vídeos curtos de pessoas que passaram por uma experiência de xchange ou que estão neste momento a passar por uma experiência de xchange, com uma breve descrição do que fizeram, como isso os impactou e a cativar o público a seguir o exemplo deles (ou estão a fazer e como isso os está a afectar como pessoas).
Solicitar aos actuais EPs que façam um diário de viagem semanal, com o resumo da semana e algumas fotografias, este material poderia ser utilizado pelo Markting para publicar nas redes socias, fazendo com que o público conseguisse acompanhar as experiências dos EPs.
A equipa de OGX estaria responsável por entrar em contacto com os seus EPs para que estes fornecessem todo este material necessário (vídeos, fotografias, textos) para que o Marktng possa pôr em prática estas ideias.



Última edição por PAG Aveiro em Qua Jan 13, 2016 2:36 am, editado 1 vez(es)

Ver perfil do usuário http://eleicoesaiesecaveiro.criarforum.com
Perguntas Soraia Ferreira [Dia 11 de janeiro às 09h37 - A candidata deverá responder até 48h após esta hora]

1 - Porque pensas que os projetos MIP e ACTIVA serão os melhores para atingir os objetivos em Exchanges que se pretendem, em iGCDP? Especifica os seus respectivos pontos fortes e contrapõe-nos com os respectivos pontos fracos dos projetos Projeto 2020 e Peso Ideal.


Resposta [13 de janeiro às 05h07]:

O MIP está a ser um sucesso já que temos todas as vagas preenchidas e o plano de estágio em si está muito completo. Neste os estagiários irão desenvolver projectos com os alunos do secundário que vão de encontro aos objectivos do desenvolvimento sustentável. Um ponto a favor deste projecto é que haverá um dia em que os estudantes irão mostrar à população de Aveiro o que desenvolveram, os melhores projectos serão seleccionados e terão lugar num evento Nacional, sendo que a escola com o melhor projecto ganhará um prémio. Desta forma o MIP não só permite aos alunos interagirem com novas culturas como desenvolver a competitividade saudável e a consciência dos valores de igualdade e sustentabilidade. O ACTIVA considero que possui grande potencial no nosso LC já que põe em causa valores nobres tal como o combate ao isolamento, já que este assunto é crítico no nosso país e na nossa região. Por outro lado considero que tanto o Projecto 2020 como Peso Ideal não são necessariamente menos importantes, porém por exemplo o Peso Ideal não está a ser realizado no nosso LC pois tal não se justifica neste momento.



2 - Qual é para ti o perfil ideal para cada um dos TL's das diferentes áreas? Apresenta 2 características que aches cruciais existirem em cada um deles.


Resposta [13 de janeiro às 05h07]:

Em iGIP considero que um TL deve possuir grande capacidade de persuasão e ser assertivo.
Em iGCDP deve ser determinado e claro na expressão das suas ideias.
Em oGIP o TL deve ter capacidade de adaptação e deve ser comunicativo.
Em oGCDP tem obrigatoriamente de ser cativante e exigente.



Última edição por PAG Aveiro em Qua Jan 13, 2016 12:17 pm, editado 1 vez(es)

Ver perfil do usuário http://eleicoesaiesecaveiro.criarforum.com
Perguntas Anceliana Ramos [Dia 11 de janeiro às 09h40 - A candidata deverá responder até 48h após esta hora]

1 - Tendo em conta a visão da LCP eleita e sendo a tua primeira opção OGX, apresenta a tua opinião crítica relativamente à mudança do customer flow.


Resposta [13 de janeiro às 05h33]:

Tenho algum receio quanto à implementação do nova forma de customer flow, pois mesmo conseguindo observar resultados positivos após esta mudança noutros países, não tenho a certeza de que tal ocorrerá no nosso LC por exemplo. Ao deixarmos todo o processo anterior ao match à disponibilidade do público em geral não conseguimos ter uma percepção concreta de quantos EPs poderemos ter, onde têm interesse em fazer o estágios, o que irá dificultar o papel dos EPM pois estes só teriam contacto com os EPs após o match. Ficamos ainda mais dependentes do Markting pois caso este não esteja a efectuar um bom trabalho não há forma de mater/cativar as pessoas na organização caso estas percam o interesse. Neste momento temos a possibilidade de manter o contacto com o EP, ajundando-o e direcionando-o para este fazer as escolhas de estágio mais corretas, correndo menos riscos de que algo possa correr mal. Caso contrário o EP está sob o risco de escolher um estágio com uma qualidade abaixo das suas expectativas. Com esta mudança deixariam de existir RBs por parte da equipa de OGX, fazendo com que não exista uma selecção prévia dos EPs, desta forma alguém com um perfil desadequado a novas experiências e à mudança por exemplo, teria possibilidade de conseguir um estágio.


2 - Escolheste ATIVA como um dos projectos que irão impulsionar o crescimento em exchange. Justifica a tua resposta mencionado 3 estratégias com respectivos KPIs para a implementação do projecto aqui em Aveiro.

Resposta [13 de janeiro às 05h33]:

Na minha opinião na região de Aveiro há de facto possibilidade de apostar neste projecto. Inicialmente deve ser feito um estudo prévio e uma recolha de contactos dos lares da região e comparar com outros LCs. Depois deve-se entrar em contacto com os lares proceder à marcação de uma reunião para explicar o projecto, sendo que os membros das equipas devem ter uma preparação prévia antes de entrar em contacto com as entidades. Para controlar todo este processo deve haver um datas limites para cada tarefa, devem ser devem ser realizadas reuniões semanais com a equipa responsável pelo projecto, e serem publicados pontos de situação em à medida que as tarefas sejam cumpridas.

Ver perfil do usuário http://eleicoesaiesecaveiro.criarforum.com

Conteúdo patrocinado


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum