Eleições - AIESEC Aveiro 15/16

Eleições da AIESEC em Aveiro para a próxima Direção - Mandato 2015/2016


Você não está conectado. Conecte-se ou registre-se

2ª Eleição LCVP - Guilherme Costa

Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Ir em baixo  Mensagem [Página 1 de 1]

1 2ª Eleição LCVP - Guilherme Costa em Ter Fev 24, 2015 1:01 am

Este tópico faz parte do processo de eleição do candidato Guilherme Costa para LCVP da AIESEC em Aveiro 15/16.

O Fórum online estará aberto a partir de Terça-Feira 24 de Novembro às 18h00  até Domingo, dia 1 de Março às 18h00.

Regras do Fórum Online:

- As questões aos candidatos devem ser enviadas ao Presidente da Assembleia Geral via e-mail (pag@aveiro.aiesec.pt) para que estas sejam consideradas e publicadas no fórum;
- Qualquer membro da AIESEC poderá colocar questões;
- Cada membro poderá colocar até duas questões a cada candidato;
- Os candidatos têm 48 horas para responder;
- Será colocada a hora (hh/mm) aproximada de quando o PAG coloca a questão no fórum;
- Será colocada a hora (hh/mm) aproximada de quando o PAG recebe o email com a resposta do candidato;
- Apenas quem fizer questões no Fórum terá direito a fazer questões na AG;

Ver perfil do usuário http://eleicoesaiesecaveiro.criarforum.com

2 Juliana Rocha em Ter Fev 24, 2015 6:53 pm

Perguntas de Juliana Rocha [24 de Fevereiro às 18h55]:



1) Tendo em conta a tua visão, a visão do LCP eleito e imaginando que estás no final do teu mandato enquanto elemento integrante de uma Executive Board e enquanto LCVP, que imagem esperas ter do escritório? (Por favor expõe essa imagem em 1) termos gerais do CL (Posicionamento Externo) e 2) em relação a cada uma das áreas funcionais (principal achievement da área)).


Resposta [26 de Fevereiro às 13h01]:
No final do mandato, gostaria que o LC estivesse unido para atingir os seus objetivos. Ou seja, um comitê que consegue atingir todos os resultados que foram definidos durante o ano, e que para fazer isso, que tenha se tornado mais participativo, criando assim uma pipeline de leadership sustentável (que se renova) e melhorando a visibilidade de nosso comitê na universidade através da participação dos membros nas ações de promoção dentro e fora da universidade. A AIESEC seria mais visível e todos sabariam que nossa organização não é exclusiva para um curso ou departamento, além de facilitar a formação de parcerias com empresas e núcleos.
Em relação às áreas:                        
GCDPi: 100% de conversão RA-MA-RE;
GIPi: dois RAs em GIPi
GCDPo: conseguir fazer um Winter Peak
GIPo: ter uma performance ainda melhor que no mandato 2014-2015 e continuar sendo good case na rede
Fin: conseguir parcerias logísticas e 100% de auditoria nos documentos
RH: Acompanhamento de todos os projetos (conversão de TLs para Project Managers) e membros engajados
Marketing: um comitê mais visível externamente, além de um plano de comunicação que funcione e que seja mais integrado com as promoções físicas.


2) ​Quais devem ser a 3 principais estratégias (com respetivos KPIs) para a área de Finanças no próximo mandato?

Resposta [26 de Fevereiro às 13h01]:
- Parcerias Logísticas: 100% de Realização de parcerias logísticas pensadas
- Auditoria: 100% de documentos entregues
- Tracking de orçamentos: 100% de orçamentos planejados e acompanhados pelos membros de Finanças



Última edição por PAG Aveiro em Qui Fev 26, 2015 5:45 pm, editado 1 vez(es)

Ver perfil do usuário http://eleicoesaiesecaveiro.criarforum.com

3 Ana Neves em Ter Fev 24, 2015 6:56 pm

Perguntas de Ana Neves [24 de Fevereiro às 18h55]:


1) Tendo em conta o Plano Geral apresentado para o mandato 15.15 pela Presidente eleita, especifica qual será a tua estratégia-focus mensal e respectivo MoS, de forma a contribuir para a execução do mesmo, relativamente ás 2 áreas funcionais pretendidas. 


Resposta [26 de Fevereiro às 13h01]:
Human Resources:

  • Team Experience: alteração de Team Leaders para Project Managers e implementação de projetos em todas as áreas (100%). Acompanhamento mensal dos projetos das áreas e Team Minimus para que todos tenham uma boa experiência de membro


  • Suporte a Exchange: 100% de plano de educação implementado e sinergia de sessões. Mensalmente, na OPS, dar sessões introspectivas juntamente com Exchange, organização de formações de soft skills mensais e auxílio nas formações funcionais de cada área.
  • Sinergia entre áreas: 100% de novas atividades implementadas para melhorar a interação, comunicação e motivação dos membros. Para melhorar as sinergias das áreas, implementar atividades “recreativas” que os membros possam ter uma maior interação, como Reuniões quinzenais/mensais de Corner entre as áreas que possuem uma relação (como MKT e OGX, Fin e ICX, etc). Em reuniões de Corner, todos poderão se conhecer e, juntos, criar estratégias para melhorar o desempenho do comitê. Essas reuniões teriam um membro de RH.


 Marketing:

  • Comunicação Online: 100% de plano de comunicação online implementado. Mensalmente lançar uma campanha de promoção (institucional e programas), começando com a campanha institucional para que as pessoas entendam melhor o que é a AIESEC;
  • Suporte a Exchange: 100% de sinergia com Implementors das áreas para criar e realizar uma estratégia de posicionamento externo para o LC ser conhecido. Juntamente com os Implementors criar estratégias de promoção da AIESEC para seus respectivos público-alvos. As reuniões aconteceriam a cada 15 dias e teriam a presença dos respectivos VPs e Implementors para entender o que deve ser feito, como deve ser feito e o que pode ser mudado;
  • Relações Públicas: 100% de presença nos eventos do público-alvo estipulados. Procurar, contactar e participar de eventos de nossos targets afim de mostrar aos estudantes/empresas o que é a AIESEC, melhorando a nossa visibilidade e conseguindo obter parcerias com mais facilidade. Mensalmente atualizar uma spreadsheet com os eventos que deverão acontecer e contactar seus organizadores para conseguirmos ter participação nos eventos


2) Referes várias vezes na tua candidatura que o comité de Aveiro tem falta de awareness no campus da UA. Ao mesmo tempo, está comprovado de que muitos membros têm dificuldade em transmitir resumidamente, a pessoas que totalmente desconhecem a organização, o que ela representa/faz/é. Imagina que um amigo vê-te com uma t-shirt da AIESEC e te pergunta ‘O que é a AIESEC?’. Em duas frases descreve o que representa para ti a AIESEC, de forma a contribuir para um maior awareness da org. nos estudantes, principalmente aqueles que rodeiam os membros. (sublinho que aquilo que disseres deverá fomentar a curiosidade nele em saber mais e ao mesmo tempo deixar uma ideia clara do que é a AIESEC).


Resposta [26 de Fevereiro às 13h01]: 
A AIESEC é uma organização que promove ao jovem meios de desenvolver uma liderança empreendedora e responsável por melhorar a situação atual do mundo. Tudo o que fazemos é voltado para o desenvolvimento dos jovens para criar um impacto positivo na sociedade.



Última edição por PAG Aveiro em Qui Fev 26, 2015 5:49 pm, editado 4 vez(es)

Ver perfil do usuário http://eleicoesaiesecaveiro.criarforum.com

4 Daniel Fernandes em Qua Fev 25, 2015 3:34 pm

Perguntas Daniel Fernandes [25 de Fevereiro às 15h35]:


1) Caso sejas eleito LCVP, que medidas/estratégias vais implementar para assegurar uma alta taxa de membros de pleno direito nas tuas equipas.


Resposta [26 de Fevereiro às 13h01]:
Penso em implementar um sistema de acompanhamento do crescimento do membro através de pontos. A partir de um certo ponto, o membro só conseguiria “subir de nível” se fosse Membro de Pleno Direito, e só a partir do nível “Full Member” é que ele conseguiria algumas recompensas, como descontos em fees nacionais e/ou produtos de merchandising (cada nível teria novas recompensas). Os níveis seriam: New Member, Engaged Member, Full Member, Important Member, Awesome Member e Unique Member. Este sistema seria implementado em todas as áreas. Além desse sistema, incentivar os membros a participarem das AGs e, desde a sua entrada na organização (definindo como job pesquisar como estão as áreas, focando principalmente nas que haverão sinergia com a minha equipa), ir ajudando-o no processo de MPD para que ao completar os meses/pontuação necessária, possa se candidatar sem o “medo” que geralmente sentimos quando vamos a uma AG pela primeira vez. Vale ressaltar que caso não se tornarem membro de pleno direito, eles continuariam ganhando pontos mensalmente, porém, não subiriam de nível (nomenclatura) e consequentemente não teriam direito às recompensas.


2) Um problema que assombra a AIESEC é a falta de participação dos membros em determinadas atividades do LC, ou seja, membros apenas fazem o trabalho na sua área e não se "envolvem" com a organização em outras atividades. O que é que tu e a tua área (caso fiques em HR) irão implementar para terminar com esta "cultura" criada?

Resposta [26 de Fevereiro às 13h01]:
Precisamos de membros que sejam alinhados com os valores da AIESEC, assim, estes sentirão prazer em participar de algo e não ficar apenas focado em sua área para melhorar o seu currículo. Através de um recrutamento voltado para os valores da AIESEC, será possível perceber aqueles que possuem os valores respondendo perguntas nas entrevistas individuais baseadas no GCM e valores da AIESEC. Aqueles que mostrarem mais afinidade, além de outras competências (self awareness, comunicação interpessoal, solution-drive, etc), serão os membros recrutados para a nossa organização. Por fim, a participação em eventos e conferências contaria para o desempenho mensal do membro, pois não é justo que dois membros que realizam a mesma porcentagem de jobs por mês e apenas um deles é participativo tenham o mesmo desempenho mensal (representado por porcentagem).



Última edição por PAG Aveiro em Qui Fev 26, 2015 5:51 pm, editado 2 vez(es)

Ver perfil do usuário http://eleicoesaiesecaveiro.criarforum.com

5 Beatriz Seabra em Qui Fev 26, 2015 5:31 pm

Pergunta Beatriz Seabra [26 de Fevereiro às 17h35]:


1) Que sinergias achas que faltam construir ou serem melhoradas entre Marketing e as restantes áreas do LC?

Resposta [28 de Fevereiro às 15h18]:
Basicamente, em relação à sinergia de Marketing com todas as áreas do LC, acredito que deve-se melhorar as reuniões de Corner entre, pelo menos, VPs e Team Leaders das áreas. Marketing é uma área estratégica, por isso, é preciso saber exatamente o que as outras áreas precisam, como estão atualmente (com o máximo de detalhes) e como juntas podem atingir os objetivos. Se isso não acontecer, o "desafio" de alcançar os objetivos será ainda maior. Trabalhando juntos será possível estar mais próximo dos nossos objetivos.
Aprofundando mais sobre isso em cada área, para OGX deveriam acontecer reuniões quinzenais para alinhar como andam as promoções. As estratégias devem ser pensadas em conjunto, adaptando-se ao público de GCDPo e GIPo.
Juntamente com ICX e RH, deve-se pensar numa maneira de promoção da marca da AIESEC. assim, tornando-se mais fácil a venda dos projetos (ICX) e inscritos para o programa de membro, e que, assim como acontece em OGX, deveria ser on going, procurando formas inovadoras de se promover a AIESEC fora do campus.
Em relação a Finanças, um tracking em conjunto maior dos custos das campanhas que serão feitas durante o ano. Além de reuniões para definir novos produtos de merchandising.



Última edição por PAG Aveiro em Sab Fev 28, 2015 3:38 pm, editado 2 vez(es)

Ver perfil do usuário http://eleicoesaiesecaveiro.criarforum.com

6 Daniela Fonseca em Qui Fev 26, 2015 6:02 pm

Perguntas Daniela Fonseca [dia 26 de Fevereiro às 18h00]:


1) Reflectindo nos 4 programas que a AIESEC in Aveiro proporciona (OGX GCDP, OGX GIP, ICX GCDP, ICX GIP), caracteriza estes programas, o seu propósito e utilidade para a sociedade Portuguesa e a sua conexão ao propósito da AIESEC.


Resposta [28 de Fevereiro às 15h18]:

GCDPo - O Global Citizen, um dos programas de OGX, é um programa voltado para experiências internacionais que causem um impacto direto na sociedade do país de destino do estagiário. Nesta experiência, o estagiário desenvolve diversas capacidades além da liderança. Ele entende melhor como funciona uma cultura diferente da sua, mudando assim a sua mentalidade acerca de como o mundo “funciona” e contribuindo para o preenchimento das potencialidades humanas e a paz mundial.

GIPo - Em relação ao GIPo, o Global Talento faz com que o estagário tenha uma experiência mais profissional, em que vai desenvolver suas hard skills trabalhando num ambiente diferente do que está acostumado/imaginava por ser num outro país. Este programa consegue contribuir para a formação de jovens mais preparados para o mercado de trabalho, que consequentemente terá um impacto direto no nível dos trabalhadores de Portugal. Com essa experiência, é possível melhorar o seu currículo não só com a vivência internacional, mas também acrescentando uma experiência profissional caso nunca tenha estagiado anteriormente.

GCDPi - Apesar do processo em ICX ser bastante parecido, temos algumas diferenças: não é um estagiário português que vai impactar outra cidade, são pessoas de outros países que decidem impactar a vida de pessoas na sociedade portuguesa. Além de contribuirmos (nós, enquanto membros da AIESEC que recebe o estagiário) para o desenvolvimento de um mindset global neste estagiário, ele retribui mudando, de alguma forma, a realidade das pessoas com quem trabalha. Para as crianças, é algo incrível ter a oportunidade de conhecer pessoas de outro país e aprender com elas, criando desde cedo o desejo de conhecer novas culturas e deixar de lado as barreiras que impedem a paz mundial.

GIPi - Assim como acontece em GCDPi, um estagiário vem para Portugal para trabalhar. O estagiário vem para Portugal para trabalhar remuneradamente numa empresa. Com a sua experiência de outro país (e não falo só da experiência profissional), ele pode aplicar os métodos de trabalho onde trabalha, fazendo com que a empresa tenha não só uma diversidade maior entre os empregados, como também métodos inovadores que podem fazer com que se destaque de seus concorrentes. Porém, o estagiário não só ensinará o que sabe, mas também aprenderá como são os processos em outro país, fazendo assim uma troca cultural/profissional no ambiente de trabalho e alterando mindsets.


2) Como pretendes coordenar o ciclo de educação dos Marketing Managers nas outras áreas?


Resposta [28 de Fevereiro às 15h18]:

O ciclo de educação dos Marketing Managers seria praticamente resumido em aulas práticas, além das reuniões de definição de estratégias. Nessas aulas práticas serão passadas as diretrizes do Branding nacional/internacional, bem como o treinamento de criação de artes nos programas. Esses treinamentos práticos ficariam como jobs para criar materiais baseados no nacional para serem usados.
As reuniões aconteceriam a cada duas semanas (pelo menos nos primeiros meses) para um maior acompanhamento da evolução do desenvolvimento de artes seguindo o Branding.



Última edição por PAG Aveiro em Sab Fev 28, 2015 3:39 pm, editado 1 vez(es)

Ver perfil do usuário http://eleicoesaiesecaveiro.criarforum.com

7 André Gomes em Sex Fev 27, 2015 3:05 pm

Perguntas André Gomes [27 de Fevereiro às 15h05]:


1) Comenta a gestão do LC por parte da Executive Board este mandato apresentado 2 Pontos Fortes e 2 Pontos Fracos, qual achas que deve ser a orientação da EB no próximo mandato no que diz respeito à Gestão do LC?

Resposta [1 de Março às 14h15]:


O EB 2014-2015 foi e é voltado para resultados. Isso não significa ser ruim, muito pelo contrário, é algo bom. Porém, por focarem-se muito nisso, os membros acabaram ficando um pouco de lado. Aliado a isso, não houve tanto reconhecimento do trabalho, o que acabou gerando desmotivação de parte dos membros para as atividades do comitê em geral. É preciso haver um equilíbrio entre foco em resultados e foco em pessoas. Por fim, outro ponto positivo do EB 14-15 foi a questão de serem acessíveis. No tempo que fui membro em Aracaju, não senti que o EB fosse tão acessível como são aqui, inclusive fiquei surpreso quando ia ao comitê daqui de Aveiro e os via lá sempre, conversando e interagindo com todos que aparecessem lá. Em Aracaju, pelo fato do comitê ficar na universidade pública (que fica em outra cidade), e usarem lá sempre para entrevistas com EPs e Office Hour, praticamente só era possível ver os membros do EB nas Reuniões Gerais (como são chamados os LC Meetings no Brasil) e Reuniões de Corner entre Equipas.

2) Compara o Recrutamento de TMP de Aveiro (de Setembro e o Corrente) tendo como base de comparação o recrutamento de membros de TMP de Coimbra NEFE (Setembro e Corrente). O que podemos aprender com a esse LC no que diz respeito ao Recrutamento de Membros?

Resposta [1 de Março às 14h15]:
Processo Seletivo de Setembro: Durante o processo seletivo de Setembro, o comitê de Coimbra obteve um total de 126 inscrições, enquanto nós tivemos 39 inscritos. As promoções feitas lá abrangeram diversos cursos. As estratégias utilizadas foram mais focadas no Facebook, em que a maioria das pessoas disse que ficou sabendo do processo seletivo e da AIESEC através da Fan Page. Além de postagens na Fan Page, a AIESEC Coimbra NEFE realizou showcasing através das imagens de perfil, que acabou viralizando e atraindo mais pessoas. As apresentações em salas de aula foram orais e visuais, ou seja, utilizaram PPTs para apresentar, e nas bancas eram feitos sharings das experiência dos membros e o que desenvolveram na AIESEC.


Aqui em Aveiro foi um pouco semelhante: trocamos as imagens de perfil do Facebook para viralizar as inscrições, mas não tivemos tantas postagens em nossa Fan page acerca do recrutamento, o que é muito prejudicial para o andamento do projeto (em relação ao ponto de vista de Marketing). Por outro lado, fizemos mais apresentações em salas de aula que em Coimbra, e assim como eles, tivemos uma grande diversidade de cursos inscritos.
Acredito que, para melhorar, devemos adotar uma promoção mais eficáz no Facebook e com maior antecedência, fazendo primeiro a promoção institucional para depois começarmos efetivamente o recrutamento.

Em relação ao recrutamento corrente de Coimbra, não consegui acesso aos dados para fazer a análise, porém, eles continuaram utilizando a estratégia das fotos de perfis (mais elaboradas) e postagens na Fan Page (também mais elaboradas), porém, sem sharing em comparação com o anterior. Também criaram um evento no Facebook, que serve para convidar pessoas e ajudar a viralizar o processo seletivo, que acredito que deveria ser algo que devemos implementar aqui.

No geral, acredito que devemos melhorar nossas estratégias online de promoção (apesar de que em comparação com o recrutamento de Setembro está muito melhor) e adotar algumas estratégias físicas, como sharing durante as bancas (pessoas abordam os estudantes e os mandam para o “stand”, onde algumas pessoas poderão compartilhar suas experiências) e procurar fazer os materiais de promoção (flyers, cartazes, etc) com uma maior antecedência.

Ver perfil do usuário http://eleicoesaiesecaveiro.criarforum.com

8 Salomé Ramalho em Dom Mar 01, 2015 11:44 pm

Perguntas Salomé Ramalho [1 de Março às 18h00]:


1) Tendo em conta a situação atual de iGIP em termos de resultados, quais áreas consideras fulcrais que exista sinergia e indica-me estratégias e MoS para essas mesmas sinergias.


Resposta [Dia 3 de Março às 15h23]:
As áreas que devem ter maior sinergia com GIPi atualmente são Marketing e RH. Em relação a Marketing, esta ajuda a área através da criaçao de booklets (suporte aos Marketing Managers) e fazendo a promoção da marca em Aveiro. Esta promoção seria feita em eventos relacionados ao meio empresarial (como o Fórum 3E). Segundo, fazer promoções institucionais fora da universidade, como por exemplo a realização de bancas fora da universidade e realização de eventos semelhantes ao Leadership Tournament, em que a AIESE possa vender sua ideia para as empresas primeiramente para facilitarem sessões e posteriormente tentarmos algum tipo de parceria.
Em relação a Recursos Humanos, seria organizar, juntamente com o VP ICX, a capacitação operacional, buscando trazer pessoas de outros comitês para as formaçoes e/ou profissionais da área das formações (ex.: vendas). 
As estratégias então seriam:

- Marketing: Facilidade para marcar reuniões através dos eventos e ações/bancas (20% dos contatos com empresas serem realizados a partir dos eventos)

- Recursos Humanos: 100% de colaboraçâo nas formações funcionais, Taxa de conversão entre as formações e RAs de 20%



2) Que estratégias devem ser implementadas para garantir que a taxa de retenção de membros durante o Verão aumenta, garantindo a sua motivação e desenvolvimento?


Resposta [Dia 3 de Março às 15h23]:

Primeiramente deve-se buscar novos membros que compartilhem os valores da organização. No Brasil o recrutamento é feito em base dos valores da AIESEC, e assim apesar de que nas férias temos uma redução no número de membros ativos, ainda assim a maioria continua a trabalhar por não fazer aquilo para melhorar o currículo, mas sim por acreditar no trabalho que faz. Segundo, juntamente com o VP Finanças, ver a disponibilidade de realizar challenges em que a premiação seria feita para um membro (ou equipa) que mais se destacar durante o verão, podendo ser produtos de merchandising, descontos em fees de conferências locais/nacionais, ou até mesmo descontos em fees para realização de estágios (de acordo com a situação financeira do LC, claro).

Ver perfil do usuário http://eleicoesaiesecaveiro.criarforum.com

Conteúdo patrocinado


Ver o tópico anterior Ver o tópico seguinte Voltar ao Topo  Mensagem [Página 1 de 1]

Permissão deste fórum:
Você não pode responder aos tópicos neste fórum